Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
86 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55586 )
Cartas ( 21086)
Contos (12217)
Cordel (9652)
Crônicas (21424)
Discursos (3115)
Ensaios - (9924)
Erótico (13156)
Frases (40562)
Humor (17585)
Infantil (3581)
Infanto Juvenil (2319)
Letras de Música (5429)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136176)
Redação (2882)
Roteiro de Filme ou Novela (1041)
Teses / Monologos (2376)
Textos Jurídicos (1910)
Textos Religiosos/Sermões (4276)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->Cada qual -- 07/07/2007 - 22:41 (maria da graça almeida) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Cada qual
Maria da Graça Almeida

Cada qual com os seus olhos,
cada qual com sua dor,
cada qual com seus restolhos
e os retalhos de um amor.
Cada qual tem o seu jeito,
cada qual os seus anseios.
De empanar os seus defeitos,
cada qual arranja um meio.

Há o branco, o amarelo,
há o negro, o pobre, o rico,
neste mundo o feio, o belo,
todos correm os seus riscos.
O que vale é o de dentro,
seja lá qual for a cor,
não se gabe se seu centro
provocar só dissabor.

Cada qual com as virtudes
cada qual com seus delírios,
tudo traz inquietude,
a ventura, o martírio...
Não importa de onde vem,
não importa o que tem,
mesmo nunca sendo iguais,
todos nós somos mortais.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui