Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
41 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56739 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10006)
Crônicas (22136)
Discursos (3131)
Ensaios - (8937)
Erótico (13379)
Frases (43217)
Humor (18341)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2601)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137961)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2388)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4729)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->BRISAS -- 25/03/2005 - 13:06 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
BRISAS

Jan Muá

25 de março de 2005





Ergue-se em mim a gramática da poesia

Buscando você como sujeito

Do texto da oração

Que analiso com amor



Mobilizam-se na minha mente

Os diferenciados sentidos

Que ajudam meus olhos

A empreender a adequada leitura

De todas as confissões que entregaste

Ao carinho de meus braços



Chegam a mim mais intensas

As sensações de teu corpo

Agora recostado em meu peito

E o murmúrio solícito

Que veio pôr à prova o fogo de meus beijos

Nos aconchegando no infinito espaço

Dos íntimos segredos

Que divinamente nos seduzirão.



Jan Muá

25 de março de 2005

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 382 vezesFale com o autor