Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
37 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56723 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10005)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8936)
Erótico (13378)
Frases (43199)
Humor (18335)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2597)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137948)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4723)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->CERRADO QUEIMADO E RENASCENTE -- 04/10/2005 - 23:16 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




CERRADO QUEIMADO E RENASCENTE



Jan Muá

2 de outubro d 2005





É um quadro que nasce diante dos olhos

No cenário triste do cerrado carbonizado

Já em recuperação a ganhar novas cores



Na ressaca da queimada, a chuva regou o solo

E a terra parturiente e gemebunda

Já explode fértil

Em nova aventura de vida



As pétalas azuladas da canela-de-ema

Associam-se ao tom avermelhado das bromélias

E ao verde dos brotos e das gramíneas renascentes



Há no quadro uma pintura que a retina constrói

Em retângulo geométrico

Plantando em horizontal

Esguios troncos carbonizados em resistente casca protetora

Sobrevivendo em suas fundas raízes à seca mutiladora

Prontos para explodirem de vida

No afago da primavera



Na distribuição das cores há tons esfumados

De mistura com pastelagens amareladas esvaídas

Ganhando contraste num fundo cinzento e carbonizado

No meio da vegetação queimada



No silêncio ecológico da desolação

Há saudades do canto do nhambu

Dos movimentos do tatu-canastra

E dos uivos do lobo-guará

Habitantes de um cerrado planaltino em forma



Por ora dominará a força ímbrica

E dela partirá a energia de parturição da terra

Sempre pronta para reanimar em seu ventre a vida renascente

Que floresce alegre no corpo da primavera!!!





Jan Muá

2 de outubro de 2005
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 528 vezesFale com o autor