Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
76 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56429 )
Cartas ( 21156)
Contos (12574)
Cordel (9959)
Crônicas (22082)
Discursos (3130)
Ensaios - (8872)
Erótico (13328)
Frases (42866)
Humor (18225)
Infantil (3700)
Infanto Juvenil (2514)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137727)
Redação (2905)
Roteiro de Filme ou Novela (1051)
Teses / Monologos (2385)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4611)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->JANELA DO MUNDO -- 05/10/2005 - 00:00 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos






JANELA DO MUNDO

Jan Muá

4 de outubro de 2005





Da janela de meu mundo

Vejo antenas radiotransmissoras

Telhados

Rostos redondos de árvores

Colinas e planícies

Lastros de natureza adormecida

E um lago tranquilo sem brisa



Passam velozes na cena algumas figuras rolantes

de automóveis

Que ultrapassam a fixidez

Da imobilidade das áreas residenciais



Há planos que me oferecem o desenho de uma praça asfaltada

Com canteiros de plantas e alinhadas e jovens árvores de sombra

E postes e torres altas de iluminação noturna



Vejo um ponto estático em vermelho

Ainda fechado

Carros dormindo ao sol sem dono no estacionamento



No passeio mais próximo

Em destaque a figura de uma dama

De blusa de seda e de seios ternos arredondados

Cabelo preso à moda de rabo de cavalo

Insinuante

Caminhando lépida como em olimpíada

Demandando a escada rolante

Para entrar no hipermercado!



Ela leva um plano para comprar

E com o plano, uma alma consumista inquieta

Seu principal motor de vida

Que lhe causa estrepitosas alegrias e consumições!



Minha janela se fecha aqui

Nas prateleiras dos artigos perecíveis

E na caminhada ofegante

De nobres consumidores

Puxados por fantasioso poder de compra

Que aqui operam para desafogar a alma peregrina!



Jan Muá

04 de outubro de 2005



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 463 vezesFale com o autor