Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
89 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56716 )
Cartas ( 21159)
Contos (12581)
Cordel (10005)
Crônicas (22135)
Discursos (3130)
Ensaios - (8935)
Erótico (13377)
Frases (43185)
Humor (18330)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2595)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137945)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4719)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->MULHER GUERREIRA -- 23/01/2006 - 20:46 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




MULHER GUERREIRA

Jan Muá

23 de janeiro de 2006







As mãos eram aquilo mesmo

Delicadas maneirinhas suaves

Mimosas bem tratadas



Eram como seu rosto milenar

Um nascer de alvorada

Romântico inocente e virgem

Esperando nova civilização!



Eram como sua cabeça

Frágil e vazia

À espera do príncipe encantado

Que encomendara aos pés de Baal

Nos templos de Babilônia!



Sua vida era ainda

Informe incerta

Inculta

E sem consciência de mulher



Tal como seu projeto

Era desprovida de coordenadas

Num mundo que não se compadece

De ninguém sem ilusões!



Resolveu por isso voltar

Ao mito babilônico da criação

Contado por seus antepassados

E à história da epopéia de Gilgamesh

Seu rei...



Queria finalmente deixar-se civilizar

Compreender os segredos da modernidade

Voltar a olhar suas mãos

Mimosas delicadas e maneirinhas



Queria ser mulher lutadora e guerreira

Crescer e superar frustrações e dores

Retendo em sua mão o segredo da liberdade

E a espiritual percepção de um destino histórico

Que teve retido até agora ingenuamente

Em sua mão.







Jan Muá

23 de janeiro de 2003

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 931 vezesFale com o autor