Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
110 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56736 )
Cartas ( 21128)
Contos (12527)
Cordel (9866)
Crônicas (21902)
Discursos (3121)
Ensaios - (10002)
Erótico (13200)
Frases (41769)
Humor (17750)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137082)
Redação (2887)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4528)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->PAIS E FILHOS DISTANTES -- 14/11/2011 - 17:44 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
PAIS E FILHOS DISTANTES
(Por Germano Correia da Silva)


Juquinha anda muito triste
Com a vida que está levando
Acha que seu pai não o assiste
E só ver seu tempo passando...

Quando vivia com “os dois”
Era um “tormento sem fim”
Mas descobriu bem depois
Que seu pai não era ruim

E diz: - Depois da separação
Meu pai não veio mais cá
Minha mãe não diz a razão
Porque eu não devo ir lá

Nos dias que “ele” aparece
Não sobra tempo para mim
Em geral, mamãe se aborrece
E volta o “tormento sem fim”

Ela fica meio entediada
Sem dar-lhe muita atenção
E alí, ela não fala nada...
Nem sobre minha educação

Raramente me conta algo
Que a meu pai diz respeito
Sei que ele não é um fidalgo
Nem uma fonte de defeitos

Eles viviam se digladiando
Bem antes de meu pai partir
Mas o tempo foi passando
E nada de minha mãe reagir

Depois que meu pai partiu
Para um lugar bem distante
Minha mãe se desiludiu
E se tornou intolerante

Fui pra casa de um vizinho
Pra cá não vou mais voltar
Eu prefiro morar sozinho
A ter que me revoltar...

Se quiserem saber de mim
Que venham me procurar
Mesmo que a vida seja ruim
Eu tentarei me virar...
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 20Exibido 530 vezesFale com o autor