Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
80 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54837 )
Cartas ( 21056)
Contos (12106)
Cordel (9510)
Crônicas (21077)
Discursos (3107)
Ensaios - (9897)
Erótico (13126)
Frases (39798)
Humor (17544)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5411)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135519)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4172)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->Magia de má jia. -- 22/01/2013 - 17:44 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Foco no Absoluto. Focus sullo Assoluto.
Below, the jias

texto

一个已婚的男人应该做的,什么后参加弥撒?
丈夫回家后,参加弥撒和不寻常的喜悦,运行,关闭的妻子。拥抱它,提高它温柔,像舞者一样,和她的舞蹈与悬浮在周围的空气中的每个家具的房子。妻子问,很惊讶于他的手势:
- 牧师说,今天的讲道吗?他说,丈夫应多与他们的妻子亲热吗?
光芒四射的丈夫响应:
- 不,我的爱,牧师说,我们必须把我们的十字架加倍快乐...
Letra de: Elpídio de Toledo
Música de: Eduardo Toledo.


***

Má jia tem sempre jota,
magia tem sempre gê,
cada qual conta lorota,
faz a graça de quem lê.

Má jia já não fazia
há muito tempo magia,
surgiu então outra gia
que viu onde el`agia.

Sempre que ela podia
ela pedia magia,
e a má jia ouvia,
mas magia não fazia.

Então, veio uma rã
que magia não fazia,
grasnia como marrã,
e isso era magia.

A rã coaxava tanto
que meu ouvido rangia,
de tanto ouvir seu canto
que era pura magia.

A marrã ouviu a rã
e viu onde el`agia,
e pegou febre tersã
que lhe rogou a má jia.

Mala jia tiene siempre j,
La magia tiene siempre g,
cada cual tiene sua cota ,
hace la gracia de quien lee


Mala jia ya no hacía
largo período magia,
luego llegó otra jia
que vio lo que sucedía.

Cada vez que podía
ella pedía magia
y la mala jia oía,
pero magia no hacía.

Luego vino una rana
que magia no hacía,
graznaba como marrana,
y eso era magia.

La rana graznaba tanto
que mi oído crujía,
de tanto escuchar su canto
que era pura magia.

La marrana oyó la rana
y vio lo que sucedía,
se quedó bien insana
sin saber de que sufría.

































Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui