Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
23 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56828 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10012)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8955)
Erótico (13388)
Frases (43349)
Humor (18383)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138026)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4767)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->23. A ATMOSFERA -- 20/01/2004 - 07:06 (wladimir olivier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
WLADIMIR OLIVIER

Chegados à capital paulista, a imensa cidade de São Paulo apareceu-lhes tal qual se pode ver da estratosfera. Condensava-se, dessa forma, o ar, para a impressão da totalidade do desastre dos poluentes em suspensão.

— Santo Deus! — exclamavam os mais afeitos aos estudos, de sorte que a sensação visual se acrescentava do conhecimento da extensão do problema.

Epaminondas não perdeu a oportunidade para requerer do grupo os dados específicos, quanto aos produtos que se misturavam à poeira:

— Quem me poderá definir a exata composição dos elementos constituintes dessa espessa camada?

Sabia que poucos conseguiriam responder satisfatoriamente, mas punha-se no aguardo da manifestação de alguém, como se fora obrigação da classe reconhecer o que se passava no âmbito da atmosfera. Foi Abigail quem desejou exprimir o pensamento daqueles poucos:

— Seria bem mais fácil solicitar do computador que decompusesse os ingredientes que formam, de maneira perniciosa para a vida humana, o conjunto de tremenda desgraça ambiental. No entanto, vemos muitos metais e elementos químicos, como o chumbo, e diferentes monóxidos e bióxidos...

Para Felícia, a quem se destinara a aplicação da inteligência sobre a Química, a explanação não teve desenvolvimento, tão impróprios eram os termos técnicos para sua faixa léxica. Achava interessante, contudo, que os pensamentos seguiam os aspectos deletérios apontados para a resistência orgânica. Quando Abigail passou a descrever os efeitos sobre a saúde, deixou-se impregnar pelos informes relativos às dificuldades de assimilação dos implementos em desacordo com a natureza humana e animal e configurou a enorme gama de desequilíbrios materiais.

Abigail prosseguia:

— Não longe daqui, na cidade de Cubatão, registraram-se, por causa das emanações tóxicas, nascimentos de fetos sem cérebro, o que nos dá a exata dimensão do drama que atinge o plano espiritual, para as providências das reencarnações destinadas ao fracasso.

Abstraiu-se Felícia novamente, imaginando o flagelo atmosférico avançando sobre as demais regiões, em nuvens negras, promovendo precipitações ácidas sobre as pessoas indefesas, originando... Despertou-se pela necessidade de volver o pensamento de modo objetivo para a face da terra.

— É claro que, nos demais planetas do sistema solar, as condições ambientais são impróprias para que a vida humana se estabeleça. Na Lua, como já se comprovou “in loco”, não há oxigênio, necessitando os astronautas de equipamentos especiais para lá permanecerem por algumas horas. Aqui na Terra, teremos de conceber que as pessoas se vistam do mesmo modo, para permanecerem vivas? Sabe-se que, no Japão, estão construindo uma cidade submersa. Será esse o destino da humanidade?

Epaminondas interveio:

— A irmã Abigail está sugerindo que essa poderá vir a ser a solução?

— Absolutamente, não. Estou projetando a extrema condição...

Foi a vez de João interromper:

— Desculpe-me, Abigail, mas não me sinto confortável para a realização desses cálculos catastróficos. Gostaria de que nos limitássemos aos aspectos atuais, para efeito de saber onde é que poderemos agir, em consonância com o instrumental científico a ser desenvolvido.

Abigail não se deu por achada:

— Reconheço que estamos engatinhando e refaço o pensamento, para afirmar que muitos encarnados têm estudado todos os aspectos da destruição dos recursos naturais, sob a influência indireta dos espíritos superiores, através dos processos mediúnicos da intuição, e direta, em peregrinações durante o sono, de forma que se podem avaliar os resultados de suas pesquisas como de assustador prognóstico.

Felícia resolveu pedir a palavra para acrescentar:

— Supus certo, como pude confirmar pelas informações enviadas da colônia, que existem muitos núcleos humanos estimulados para a defesa dos mananciais da vida. A nossa turma, quando ingressar no meio dos mortais, terá sido, portanto, precedida de muitos espíritos preparados dentro do pioneirismo ecológico das lutas contra o despotismo das forças interessadas egoisticamente na manutenção dos bens de que não desejam abrir mão, porque não querem sacrificá-los em prol da população em geral. Contudo, gostaria de ser informada quanto à possibilidade de esses indivíduos menos sensíveis evangelicamente receberem o impacto das notícias técnicas a respeito dos prejuízos que causam, não no sentido de se virem perante o Criador como co-autores da desgraça coletiva, mas no de se decidirem efetivamente a remover os empecilhos psicológicos que os mantêm no marasmo das vidas de regalias materiais.

Maria se dispôs a responder:

— Penso que tais sujeitos estão imersos em estruturas de pensamento fruídas diretamente dos parâmetros sociais vigentes. Nem ao menos admitem condicionar-se a reformas políticas de base, exercendo sua força sobre os humildes, por meio das decisões legislativas de aparência democrática.

Epaminondas apressou-a:

— O que quer dizer que...

— ... a menos que seus familiares se vejam na contingência dos sofrimentos oriundos da coletividade, como no caso das pestes medievais e das ameaças epidêmicas do tipo das diversas espécies de meningite, não irão proporcionar ao poder público condições de aplicação dos recursos econômicos e financeiros em programas de restauração vital do ambiente terrestre, pela perspectiva do longo prazo.

Epaminondas aproveitou a deixa e solicitou ao grupo:

— Vamos interromper as lucubrações relativas ao comportamento humano previsível, a partir das condições psicossociais hodiernas. Espero que os que se dedicaram à História possam elaborar um resumo dos acontecimentos em torno das grandes catástrofes provocadas pelas doenças, dando ênfase às repercussões delas no plano espiritual, uma vez que a reprodução das crises dos encarnados se encontra lucidamente narrada por diversos escritores de grande expressão literária. Por enquanto, vamos visitar o centro da cidade, com o escopo primacial de conhecer o que provoca tão absurda concentração de poluentes atmosféricos.

Felícia conteve o impulso de coroar a reunião, considerando que sua participação estava colocando-a em evidência, sem o correspondente esforço de aprendizagem a que se determinara. Mas preocupava-a sobremaneira a forma lingüística das exposições dos colegas e até do professor, especialmente porque deveria consignar na mensagem endereçada aos encarnados os termos mais próximos daqueles que alcançariam traduzir os pensamentos e os sentimentos dos oradores:

“Terei de vulgarizar os textos para lograr publicação? Deverei esmerilhar o vernáculo, limitando as comunicações aos mais inteligentes, o que equivale dizer, aos dotados de energia mental a ser transformada em trabalho, na concretização dos ideais evangélicos, em função de seus atributos e específicos conhecimentos? Estes mesmos não poderão considerar exagerado pernosticismo o fato de intentarmos dirigir-lhes os pensamentos e emoções para a reformulação das diretrizes cristãs, na adaptação obrigatória ao momento histórico?”

Logo outra suspeita assaltou-lhe o coração, enchendo-a de medo:

“Sinto que estou deixando-me envolver demasiado pelo projeto mediúnico. Se não passar a responsabilidade das decisões para o grupo, não serei capaz de abranger todos os aspectos que tornam um texto útil e, ao mesmo tempo, aprazível. A exaustiva, a cansativa, a tediosa repetição das interrogações sucessivas haverá de esbarrar, definitivamente, nos vezos de perfeição daqueles mesmos seres dotados de alta capacidade intelectual, sempre dispostos ao emprego do tempo para o estabelecimento dos problemas, no interesse das soluções criativas e lucrativas. Graças a Deus, tenho podido cercar muitos aspectos possivelmente negativos dentro dos esquemas da escritura a ser definida para a transmissão. E se este mesmo roteiro íntimo for solicitado pelos companheiros, para a fixação dos processos de elaboração textual?”

Tomás, que acompanhava altamente interessado as reflexões da amiga, as quais se registravam de propósito no “écran” do computador, para futura crítica dela mesma, percebeu o momento em que Felícia passou a rogar ao Senhor por mais luz para todos.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui