Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
135 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56624 )
Cartas ( 21128)
Contos (12502)
Cordel (9854)
Crônicas (21854)
Discursos (3121)
Ensaios - (9995)
Erótico (13199)
Frases (41612)
Humor (17732)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2332)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137016)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4500)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->Novas admoestações de Frei Dimão à recantista Nanda Araújo -- 04/09/2014 - 18:42 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Viraste carmelita então?
Não deixe pois, que vire a balsa
E comecemos com a benzeção
enquanto, carmelita, tás descalça

Bem que eu desconfiava
de meu instinto visionário
enquanto te esperava
orando no confissionário

Agora que os votos fizeste
segue bem a sacra doutrina
não deixes que um cafajeste
ensombreie o que te ilumina

E para que tenhas
u`a morada bem segura
por que comigo não embrenhas
na mais serena clausura?

Dar-te-ei sábia companhia
no ramo espiritual
ministrando-te a liturgia
que sobrepuja todo o mal

E que fiquem para trás
os atos de imaturidade
e o maligno vencerás
conquistando a perpetuidade

E se lembrares que um dia
desenrolou-se um drama,
enquanto banhavas na bacia,
co`um marmanjo sob a cama

Recorre pois à oração
que sempre encontrarás abrigo
fugindo à tentação
irás morar comigo

Juntos rezaremos o ofício
da Imaculada Conceição
enquanto me dás o orifício
que abençoarei em profusão

E juntos em contemplação
alcançarás o arrebol
sem namoro de portão
e sem encontro no paiol!

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui