Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
98 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56831 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10014)
Crônicas (22151)
Discursos (3133)
Ensaios - (8956)
Erótico (13388)
Frases (43355)
Humor (18383)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138029)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4770)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ALMA DE POETA -- 12/12/2006 - 10:56 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Na alma o POETA sente o que toca o coração

José de Sousa Dantas, em 12/12/2006



O POETA faz pesquisa

do que há no universo,

para elaborar o verso,

da forma que mentaliza,

a estrofe formaliza,

na melhor disposição,

realiza a construção

filosófica e coerente.

Na alma o POETA sente

o que toca o coração.



Usa a força do talento

e a criatividade,

para na realidade

construir o argumento,

com arte e com fundamento

e divina inspiração,

formando uma produção

magnífica e excelente.

Na alma o POETA sente

o que toca o coração.



Utiliza uma linguagem

doce, nobre, inspiradora,

agradável, sedutora,

poética e cheia de imagem,

produzindo uma mensagem

cheia de luz e emoção,

num nível de perfeição

total e surpreendente.

Na alma o POETA sente

o que toca o coração.



O POETA deve ter

um pensamento profundo,

para mergulhar no mundo

secreto de todo ser

e poder desenvolver,

com a sua intuição,

uma bela descrição

sugestiva e pertinente.

Na alma o POETA sente

o que toca o coração.



Quando entra em sintonia

com o mundo se encanta,

estuda, aprende, adianta,

descobre, aprofunda e cria

uma autêntica POESIA

de significação,

para apreciação

pelo povo eternamente.

Na alma o POETA sente

o que toca o coração.



Parabenizo o POETA,

mensageiro, paladino,

desbravador, genuíno,

que pensa, sente, interpreta,

e na arte se projeta,

alcançando posição

de destaque e distinção,

pelo trabalho imponente

Na alma o POETA sente

o que toca o coração.,

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 63Exibido 863 vezesFale com o autor