Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
93 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55243 )
Cartas ( 21066)
Contos (12162)
Cordel (9594)
Crônicas (21296)
Discursos (3111)
Ensaios - (9915)
Erótico (13140)
Frases (40134)
Humor (17566)
Infantil (3567)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5416)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135870)
Redação (2879)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4226)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->A fama !... -- 24/05/2015 - 15:31 (Armando A. C. Garcia) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:143769010027781600

A fama !...


Diz que a fama certo dia
Encontrou-se com o louvor
Perguntou se não sabia
Que ela era a melhor

O louvor, sem galhardia
Disse-lhe; que ela perece
E perguntou-lhe se sabia
Que louvor nunca se esquece

Tu, fama, és passageira,
Eu, louvor, não morro mais,
Do momento és mensageira
Eu, glória dos imortais !

Homens de grande esplendor
Seres, cheios de honra e glória
São distinguidos com louvor
No curso de sua história

Aqueles a quem deste fama
Foi perene e passageira,
O meu louvor se derrama
E até de Deus se abeira.

Tu, iludes corações
Dando-lhe efêmera fama
Eles julgam-se figurões
À sombra, deitam na cama !

Tempos depois, a ilusão
Mergulhada em devaneio,
Viu o pobre do coração,
O que da fama lhe adveio.

Porangaba, 23/05/2015 (data da criação)
Armando A. C. Garcia

Visite meu blog:
http://brisadapoesia.blogspot.com

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 12Exibido 219 vezesFale com o autor