Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
49 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56033 )
Cartas ( 21110)
Contos (12424)
Cordel (9787)
Crônicas (21651)
Discursos (3119)
Ensaios - (9949)
Erótico (13190)
Frases (41106)
Humor (17626)
Infantil (3598)
Infanto Juvenil (2325)
Letras de Música (5440)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136600)
Redação (2884)
Roteiro de Filme ou Novela (1047)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4453)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Discursos-->Posse Presidência TRT-7ª Região -- 24/09/2002 - 16:20 (José Ronald Cavalcante Soares) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
DISCURSO DE POSSE PRESIDÊNCIA TRT-7ª REGIÃO (1992)


"A Justiça do Trabalho, nesta hora grave, cabe um papel de inquietan-te desconforto: resolver com rapidez um verdadeiro alude de reclamações que, inexoravelmente, desaba, mormente sobre os órgãos de 1º grau”.

Perdão pelas omissões decorrentes das emoções avassaladoras da ocasião. Se os nomes não foram pronunciados com o respeito e admiração que merecem é porque ficaram retidos no coração.
"O poder e o império dos reis estão nas mãos de Deus". Nas mãos Dele, portanto, repousa a glória do mundo.
O primeiro agradecimento destinado ao Criador, que tem o poder acima dos poderes e a nos mortais nos concede o dom da vida com toda a sua prodigiosa realidade.
Logo a seguir, desabrocha um muito obrigado aos meus pa-res que escolheram o meu nome sem discrepância, confian-do-me a missão de dirigir os destinos desta Colenda Corte du-rante os próximos dois anos.
Árdua tarefa em tempos árduos. Antecederam-me nos pos-tos nomes tão dignos e competentes que o desafio se torna mais agudo e assustador.
Forra-me, para suplantá-lo, o carinho e o desvelo de minha querida, incansável e dedicada esposa Alice, o amor de meus filhos Ronald Júnior, Ana Cristina e Fernando Augusto, sendo que este último, nosso caçula, embora distante no cam-po geográfico, esta presente na lembrança constante, na sau-dade que se nutre do afeto mútuo.
Incentiva-me a presença querida dos meus pais e irmãos e a visão panorâmica de tantos amigos diletos, vindos dos mais distantes rincões para dar um colorido todo especial a essa solenidade, trazendo-me o conforto de suas presenças.
Impele-me a figura intangível do meu sogro, Dr. Cícero Ferraz, cuja carreira na magistratura do trabalho serve de norte para tantos quantos procuram seguí-la.
Imagino, também, lá do alto, o quanto estarão brilhando os expressivos e saudosos olhos de minha sogra Maria Alice. O momento é único e a hora é árdua.
O país vive um período de perplexidades. A recessão - utili-zada como armas para combater a inflação - corrói a saúde das empresas, põe o assalariado no olho da rua, retira o poder aquisitivo do mercado.
A Justiça do Trabalho, nesta hora grave, cabe um papel de inquietante desconforto: resolver com rapidez um verdadeiro alude de reclamações que, inexoravelmente, desaba, mormen-te sobre os órgãos de 1º grau.
Enfrentaremos os tempos árduos com o mesmo ímpeto e a mesma disposição dos primeiros momentos de nossa carreira, combatendo o bom combate do direito; convictos de que al-cançaremos as metas estabelecidas.
Cerro os olhos por um breve instante e posso, num relance, relembrar a longa trajetória que percorri nesta Justiça especia-lizada...
O concurso para Oficial Judiciário. A prova de datilografia ditada pelo Dr. Cardoso, ao tempo Procurador do Trabalho e hoje colega de Tribunal.
A convivência, na Junta de Conciliação e Julgamento, com tantos servidores, colegas de ontem, marcando presença nes-ta noite de gala.
A sala de audiências - cadinho de ensinamentos - o lugar onde pude desenvolver aptidões.
Depois, o concurso para Juiz. O estudo em grupo. Os companheiros de muitos e muitos dias. Horas subtraídas do convívio familiar com a jovem esposa e o primogênito.
Aprovado, vi-me, entre assustado e confiante, na festa inesquecível promovida pela 2ª Junta de Conciliação e Julga-mento de Fortaleza, objetivando homenagear o seu ex-fun-cionário guindado a Magistratura, saudada pelo Dr. Itamar Espíndola, fazendo aflorar em meu peito um misto de sauda-de e de orgulho ao pronunciar o primeiro "Excelência" dirigi-do a minha pessoa.
Rápida passagem, como Substituto, pela querida 2ª Junta. Promoção a Presidente de Junta; mudança para Teresina. Ali, na azafama das audiências, prosseguiu o meu aprendi-zado. Treze anos de labuta constante na ensolarada e acolhe-dora capital piauiense, graciosa cidade verde onde deixei amigos de cepa rara.
Por fim, a vinda para o Tribunal, o reencontro com a terra estremecida, esta nossa imbatível e valente terra de Alencar. A Vice-Presidência. Os Dissídios Coletivos, os Mandados de Segurança, as Rescisórias... A Diretoria do Fórum...Tantas lembranças.
Recordo com muita alegria a homenagem dos Exmos. Se-nhores Ministros do TST ao TRT da 7ª Região, incluindo, por unanimidade, meu nome na lista tríplice para a escolha de Mi-nistro Togado da instituição.
Imperioso, antes de encerrar, o agradecimento sincero a todos os abnegados servidores da JCJ de Teresina e do Tri-bunal Regional do Trabalho, que sempre deram o melhor de si para tornar exequível a minha tarefa.
O carretel do tempo desenrola inexoravelmente... A vida, como afirmei nos tempos de pré-acadêmico, no discurso de encerramento do cursinho preparatório do Prof. José AI-ves, "uma fábrica de saudades. No evolver caleidoscópico dos dias, ela vai fazendo e desfazendo sonhos, aproximando e distanciando pessoas". Nesta noite de tantas emoções e de tantas recordações, eu gostaria de acrescentar: a vida, na passagem cadenciada dos dias, vai nos ensinando: na-da o ódio constrói. O sentimento impulsionador das obras fundamentais do homem o maior.
Creio pois, no amor, na Justiça
no Direito,
na Democracia, e em DEUS!
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui