Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
46 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56450 )
Cartas ( 21157)
Contos (12576)
Cordel (9977)
Crônicas (22085)
Discursos (3130)
Ensaios - (8877)
Erótico (13329)
Frases (42883)
Humor (18231)
Infantil (3704)
Infanto Juvenil (2520)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137743)
Redação (2907)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2385)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4619)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O NÓ DAS COISAS -- 20/04/2007 - 01:59 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


O NÓ DAS COISAS



Jan Muá

19 de abril de 2007





Aí está o espectáculo do shopping

Na sua riqueza de expressões

E impressões!



São pessoas,

São estilos

Desfilando nas galerias!

São roupas

São olhares

São cores

É a movimentação andante

Enchendo os espaços

Tudo embebido

Na concha de décimas de segundo

A provocar o deslumbramento



São objetos reverberados

É a vida correndo

Solene

Em aparência imperial

De mãos dadas com o vazio



São as décimas de segundo

É a filosofia

Consolada por Boécio



E acima de tudo

É o estilo dialético

Da insignificante retórica

Declarando-se incapaz de captar

O essencial nó

Que entrelaça as próprias coisas!!!



Jan Muá

19 de abril 2007

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 433 vezesFale com o autor