Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
94 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54939 )
Cartas ( 21059)
Contos (12120)
Cordel (9541)
Crônicas (21128)
Discursos (3109)
Ensaios - (9910)
Erótico (13133)
Frases (39893)
Humor (17551)
Infantil (3560)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5413)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135641)
Redação (2874)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4195)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->EU QUERO VIVER -- 24/11/2013 - 12:43 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:143896257895222100

EU QUERO VIVER

Sim, eu quero viver! Não, sendo abstrata e desejando um mundo que não é o meu e que não poderá ser - porque só existe em minha fantasia – mas procurando, com a minha participação, tornar melhores as condições de vida dos que estão ao meu redor e que fazem parte da minha realidade humana e social.

Devo ter consciência de que nada é indispensável e que não nasci para ser uma “morta-viva”, mas uma pessoa que luta, que vibra ao conquistar uma vitória e que, em uma derrota, um fracasso, sabe descobrir a lição que este encerra e que nos ajuda a não reincidir no mesmo erro.

A felicidade em minha vida depende do trabalho realizado por mim para essa felicidade. Não é baseada no trabalho dos outros enquanto, ociosa, fico a olhá-los, esperando que eles resolvam aquilo que, comodamente, digo que não me interessa, mas que na realidade faz parte vital de mim e que, com a minha ajuda, talvez mais depressa nos trouxesse benefícios maiores e alegrias.

Será mesmo que posso fazer isso?

Sim... Dentro das minhas possibilidades; pois, como membro de uma sociedade, devo ser mais uma força, mais uma pedra na formação de um mundo melhor.

Eu não posso deixar de lutar porque luta é vida e a vida continua...

 

Dalva da Trindade S. Oliveira

(Dalva Trindade)

1968 /24.11.2013 

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 137 vezesFale com o autor