Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
121 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56727 )
Cartas ( 21128)
Contos (12519)
Cordel (9865)
Crônicas (21898)
Discursos (3121)
Ensaios - (10001)
Erótico (13200)
Frases (41737)
Humor (17749)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5449)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137078)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4526)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->NO MUNDO DA POESIA * -- 01/01/2018 - 15:44 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
NO MUNDO DA POESIA *
.
Um MUNDO que admiro,
que me encanta e me fascina,
uma luz me ilumina
e de pronto me inspiro,
viajo, busco e retiro,
para minha garantia,
o que me traz alegria
e me faz realizado.
SINTO-ME ILUMINADO
NO MUNDO DA POESIA.
.
Glosa de minha autoria inspirada no mote da poetisa Dalinha Catunda que disse, “SINTO-ME ILUMINADA NO MUNDO

Desde sempre faço versos
De minha mãe sou herdeira
Nunca esquentei a moleira
Para entrar nesse universo
Mas encaro o adverso
P’ra manter minha alegria
Nesse mundo de magia
Eu já sou considerada:
SINTO-ME ILUMINADA
NO MUNDO DA POESIA
*
Mote, glosa e foto de Dalinha Catunda

Quando penso em escrever
alguns versos, eu viajo
nessa arte e me engajo,
para melhor entender
o que pretendo fazer,
faço como o girassol,
vou acompanhando o sol,
que seu brilho me conduz.
EU NÃO TENHO TANTA LUZ,
POR ISSO BUSCO UM FAROL.

Glosa de minha autoria inspirada no mote de Fred Monteiro, amigo de Dalinha Catunda

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 68Exibido 35 vezesFale com o autor