Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
114 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56736 )
Cartas ( 21128)
Contos (12527)
Cordel (9866)
Crônicas (21903)
Discursos (3121)
Ensaios - (10002)
Erótico (13200)
Frases (41769)
Humor (17750)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137082)
Redação (2887)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4529)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->OS ERROS DOS GOVERNOS LULA E DILMA -- 18/06/2015 - 11:14 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Muitos, principalmente aqueles que nutrem um ódio irracional pelo PT e pelo atual governo, vêm acusando o governo petista por todos os males do país, como se este pudesse ser dividido em antes e depois do PT. Claro que muitos dos problemas atuais do Brasil são frutos de erros cometidos nas gestões do ex-presidente Lula e da atual presidente. Achar que eles não erraram, que não fizeram avaliações e escolhas erradas e não tomaram medidas incorretas, principalmente no que tange à crise econômica de 2008, seria de uma ingenuidade sem tamanho.
Talvez o maior de todos os erros fora cometido por Lula ao deduzir que a crise que varria a Europa e os Estados Unidos chegasse ao Brasil como uma “marolinha”. De fato, naquele momento, com as medidas tomadas pelo seu governo, ao promover a redução de impostos a fim de aumentar o consumo, os efeitos da crise não passassem de uma marola. No entanto, a exagerada renúncia fiscal acabou, em poucos anos, gerando um rombo gigantesco nas contas públicas, o que culminou com a atual crise, esta fruto do forte ajuste fiscal promovido pela equipe econômica neste começo de 2015.
Se a renúncia fiscal não tivesse corrido em 2008/2009, o país também seria atingido pela crise naquela época, mas certamente esta seria menor e menos danosa que a atual, pois não teria gerado um custo tão alto como esta. O erro do Governo Lula foi justamente em não prevê que aquela redução de impostos geraria um grave desequilíbrio no futuro.
Quanto aos erros do Governo Dilma, foram vários. E podemos destacar: 1) a manutenção por mais tempo das desonerações, ciente de que elas estavam provocando desequilíbrio nas contas públicas, com a finalidade de não perder mais popularidade devido à crise da Petrobras, a qual vinha causando protestos na população e derrubando os índices de popularidade da Dilma; 2) com a crise hídrica e os altos custos na produção de energia elétrica o governo, para não aumentar ainda mais a inflação já que vinha estourando a meta mês a mês, optou por segurar o reajuste das tarifas de energia elétrica, provocando perdas gigantescas para as concessionárias, as quais precisaram ser socorridas com dinheiro público para não quebrar, aumentando ainda mais o tamanho do rombo nas contas do governo; 3) com a finalidade de ganhar as eleições de 2014, o Governo Federal segurou o aumento de preços dos combustíveis, provocando um rombo nas contas da Petrobras, a qual já vinha sofrendo com o escândalo de desvio de dinheiro, o que causou perdas gigantescas aos investidores; 4) não tomou medias contra a falta de confiança na economia brasileira, permitindo o aumento do Risco Brasil e da desconfiança na capacidade do país de honrar seus compromissos, o que acabou reduzindo consideravelmente os investimentos externos, dos quais o Brasil ainda é muito dependente.
Tudo isso gerou um clima ruim, o que levou a presidente Dilma, assim que assumiu um novo mandato, a tomar medidas impopulares e dolorosas para tentar reequilibrar as contas públicas e evitar a quebra do país. Ou se fazia os ajustes anunciado pela equipe Econômica em janeiro ou o Brasil quebraria em poucos meses. Por causa dos erros cometidos em anos anteriores essas medidas tiveram e ser tomadas. Mas se o governo não houvesse cometido seus erros no passado, o remédio não seria tão amargo e tão doloroso.
Também é preciso admitir que nem todos os problemas que o Brasil atravessa é culpa do atual Governo e nem é fruto de seus erros. É inegável que se passa por uma das mais graves secas da história, o que fez, devido à escassez de água, os produtos agrícolas encarecerem demasiadamente. O mesmo aconteceu com os custos de geração e transmissão de energia elétrica devido ao uso de usinas termoelétricas. Isso também não é culpa do governo federal. E por último, temos os escândalos de corrupção envolvendo não só a Petrobras como os mais variados setores da economia brasileira, o que fez com que os investimentos minguassem, provocando a paralisação da maioria das grandes obras no país, afetando diretamente a economia.
Achar que o PT e o Governo Federal é culpado de toda a corrupção que há no Brasil, como muitos querem nos fazer acreditar por ódio ao PT, não tem fundamento. É sabido que a corrupção é um problema endêmico na sociedade brasileira há décadas. Há quem diga que a corrupção vem desde o descobrimento. Durante o Regime Militar e nos primeiros governos da redemocratização a corrupção era disseminada, mas o autoritarismo, a falta de transparência, a falta de mecanismos de controle e, principalmente, a falta de liberdade investigativa fazia com que nada viesse a público. Hoje, com o avanço tecnológico, não há como cometer um crime sem deixar rastros. Isso não acontecia antes. Portanto, querer pôr a culpa no PT e no seu governo é querer banalizar a coisa.
Mas também é preciso reconhecer que não se fez nada para impedi-la ou para acabar com essa prática. Pelo contrário: tiraram proveito da situação. E isso é inaceitável. Um partido que até chegar ao poder se gabava pela sua ética de repente jogou tudo por terra e entrou no esquema que ele mesmo condenou durante décadas. Esse foi o maior erro do PT em toda sua história. E não há dúvida de que pagará muito caro por isso. Mesmo que o partido faça uma limpeza geral em seus quadros, mesmo que o governo Federal combata incansavelmente a corrupção no país, investigando todos os malfeitos, prendendo os culpados e aprovando leis duríssimas contras os maus políticos e servidores públicos, ainda sim o partido estará marcado para sempre. Esse pingo de tinta preta jamais saíra da bandeira vermelha do partido.
Enfim... O PT errou, o Governo Federal errou, mas isso não justifica o ódio irracional de alguns setores da sociedade contra o PT e o seu governo. Até porque, como disse o próprio Nietzsche: “Não se odeia quando pouco se preza, odeia-se só o que está à nossa altura ou é superior a nós.” Ou seja: odeiam o PT não pelos seus erros, erros que merecem a nossa crítica e repulsa, mas por ser um partido de esquerda com forte ligações com os movimentos sociais e de direitos humanos e, principalmente, por essas pessoas terem sido derrotados nas urnas por quatro eleições seguidas. Aliás, nesse ponto o próprio PSDB – derrotado pelo PT nas três últimas eleições – mostra mais serenidade que os seus próprios eleitores: não engendrou pelo venenoso caminho do ódio, causa dos maios terríveis males que a humanidade já viu.

ENCONTRE-ME TAMBÉM:
NO RECANTO DAS LETRAS
NO FACEBOOK
TWITTER


LEIA TODOS OS TEXTOS DA SÉRIE "GRANDES PENSAMENTOS"
(01) (02) (03) (04) (05) (06) (07) (08) (09) (10) (11) (12) (13) (14) (15) (16) (17) (18) (19) (20) (21) (22) (23) (24) (25) (26) (27) (28) (29) (30) (31) (32) (33) (34) (35) (36) (37) (38) (39) (40) (41) (42) (43) (44) (45) (46) (47) (48) (49) (50) (51) (52) (53) (54) (55) (56) (57) (58) (59) (60) (61) (62) (63) (64) (65) (66) (67) (68) (69) (70) (71) (72) (73)



LEIA TAMBÉM:
A VERDADE DE NADA
GRANDES PENSAMENTOS(75)
UM LONGO CAMINHO A PERCORRER
GRANDES PENSAMENTOS(74)
GRANDES PENSAMENTOS(73)
O FIM DA PRIMAVERA ÁRABE
A DEMOCRACIA DOS PAÍSES ÁRABES
UMA ILUSÃO
PROCURANDO SER FELIZ
FOLHA EM BRANCO
O HOMEM: ETERNA OBRA EM CONSTRUÇÃO
COISAS PARA AS QUAIS NÃO NASCEMOS
GRANDES PENSAMENTOS(72)
DIRETO AO PONTO
SINAIS DE UMA NOVA ERA
A BUSCA DO PRAZER
A TERRA EM EFERVESCÊNCIA
A LIBERALIZAÇÃO DAS DROGAS
MITO DA CAVERNA E CRISTIANISMO
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui