Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
84 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56415 )
Cartas ( 21156)
Contos (12573)
Cordel (9948)
Crônicas (22079)
Discursos (3130)
Ensaios - (8871)
Erótico (13328)
Frases (42856)
Humor (18218)
Infantil (3699)
Infanto Juvenil (2512)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137706)
Redação (2905)
Roteiro de Filme ou Novela (1051)
Teses / Monologos (2384)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4608)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->NO ÂNGULO DA ESTRADA -- 27/10/2007 - 22:47 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
NO ÂNGULO DA ESTRADA

Jan Muá

26 de outubro de 2007



"Cada ângulo de estrada lembra o primeiro beijo, o pensamento exaltante de saborear juntos cada instante de alegria" – Terenzio Formenti



A estrada que se desenha

É longa mas estamos nela

Eu e ela

Enfrentaremos retas subidas e descidas

E caminharemos juntos



É estrada para se caminhar

Lado a lado ou de mão dada

Não importa como

Importante é estar juntos

Na alma e no corpo

Saboreando o passo que comporta a distância



Importa o pensamento íntimo

De celebrar juntos

Cada instante de alegria

Cada paradinha

Olhando os olhos um do outro!



Pararemos talvez um pouco

Num remanso poético

Onde haja ternura

E sombra e água se derramando

Água que tenha alma alegre e feliz

Aquela que canta a pureza ao descer

Do seio da montanha



Na caminhada a estrada nos unirá na vida

E a vida voltará a saber a inocência

E nos reabilitará os olhos da infância

O prazer do faz de conta

E a alegria de brincar!



Lado a lado ou de mãos dadas

Caminharemos

E o faremos

Como numa romagem

Caminhando sempre

Sem parar

Pensando no santuário

Na festa

Na miragem do que virá



Caminharemos

Para que não pare a vida

Nem apodreça a vontade

Sabendo que temos só um tempo

Para esta viagem

Que pode ser de amor

E de eternidade feliz!



Jan Muá

26 de outubro de 2007



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 392 vezesFale com o autor