Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
51 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56824 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10011)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8953)
Erótico (13387)
Frases (43341)
Humor (18382)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138023)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4765)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A RUA DE UM PRÍNCIPE DA CULTURA PORTUGUESA -- 29/11/2007 - 21:08 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A RUA DE UM PRÍNCIPE DA CULTURA PORTUGUESA EM CASCAIS





João Ferreira

29 de novembro de 2007





Agora ele está ali, em Cascais,

Cidade bela e nobre de Portugal,

Numa rua que tem seu nome

Escritor António Quadros (1923-1994)

Silencioso

Majestático

Pronto para ensinar

Para moradores da rua e transeuntes

O que foi Portugal histórico, sua tradição

E modernidade cultural

Ele será patrono e titular deste espaço

Para ser lembrado

como português exemplar

que viveu intensa paixão de amor às letras pátrias

Como símbolo de luta pelas causas maiores portuguesas

Ficará ali como senhor de um reino de cultura que está arquivado no simples enunciado e lembrança de seu nome

Como senhor nobre

Que incessantemente buscou e espalhou pelos cantos do mundo o saber e a cultura

Desde os maiores mitos

Até aos vultos mais representativos da cultura Portuguesa do século XX

Será sempre lembrado como editor e divulgador de Fernando Pessoa e do modernismo português

Como pesquisador, e divulgador de Pascoaes e Agostinho da Silva

Como alto representante do movimento da Filosofia Portuguesa

Como fundador do movimento 57

E da revista Espiral

Como autor de muitos livros...

A toda a hora, na Rua António Quadros

Muita gente perguntará

Qurendo conhecer sua biografia

E outras tantas pessoas saberão responder

E glorificar

Este grande cidadão português

Saberão filiá-lo a António Ferro, seu pai

E a Fernanda de Castro, sua mãe

Dois titulares da Literatura e da cultura Portuguesa

E a uma nobre família culta

Onde há descendentes escritores

De nome nacional

E na história urbana de Cascais

A rua António Quadros

Ficará como um livro exposto

E à disposição para quem o quiser abrir

E exercer a cidadania da memória!



João Ferreira

Brasília, 29 de novembro de 2007

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 320 vezesFale com o autor