Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
119 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56706 )
Cartas ( 21128)
Contos (12515)
Cordel (9863)
Crônicas (21885)
Discursos (3121)
Ensaios - (9999)
Erótico (13200)
Frases (41685)
Humor (17749)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137071)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4518)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS -- 02/10/2018 - 01:06 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS
.
O meu tempo de menino
e da minha juventude,
guardo vivo na lembrança
e não há tempo que mude.
Quero a DEUS agradecer
por trabalhar e viver
com paz, amor e saúde.
.
Fui rever o meu lugar,
veio na minha lembrança
o que vivi no passado
no meu tempo de criança,
passou repentinamente
um filme na minha mente,
que o tempo não alcança.
.
Vi o PÉ DE OITICICA,
que muitas vezes subi,
para balançar as frutas,
momentos bons que vivi,
feliz e dando risada,
escutando a passarada,
sabiá e bem-te-vi...
.
Eu olhava e admirava
um NINHO de passarinho
de cipós, galhos e folhas...
aí fui fazer um NINHO,
sei o quanto pelejei,
insisti, mas não cheguei
a fazer um igualzinho !
.
Eu nasci e fui criado
num ambiente sadio,
toda semana pescava
em lagoa, açude e rio,
para mim nada era estranho,
brincava e tomava banho
de ficar roxo de frio.
.
José Dantas

Comentários

orlando Aires da nóbrega  - 02/10/2018

Como sempre fantástico, valeu poeta

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 68Exibido 59 vezesFale com o autor