Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
30 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56453 )
Cartas ( 21157)
Contos (12576)
Cordel (9978)
Crônicas (22088)
Discursos (3130)
Ensaios - (8877)
Erótico (13329)
Frases (42884)
Humor (18233)
Infantil (3705)
Infanto Juvenil (2521)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137744)
Redação (2907)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2385)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4620)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->NEM QUE CHOVA CANIVETE EU VOTO EM BOLSONARO -- 15/10/2018 - 16:28 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Nem que eu leve facada
Pra o intestino descer
Nem ameaça do MST
Ou uma grande dedada
Nem levando cusparada
De quem queima o aro
Deixo aqui muito claro
O couro tirado a gilete
Nem que chova canivete
Eu voto em Bolsonaro

Nem que vá pro SPC
E não possa comprar nada
Ter dentadura arrancada
Ainda ter que me esconder
Nem Chuchu poder comer
Ou só comer ração Faro
Sem sofrer qualquer preparo
Levar surra de cassete
Nem que chova canivete
Eu voto em Bolsonaro

Nem medo do FHC
Ou de toda sua curriola
Daqueles que comem bola
É preferível morrer
A ver Molusco no poder
Mesmo sem qualquer amparo
Esta luta eu encaro
Brigando só no bofete
Nem que chova canivete
Eu voto em Bolsonaro



HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, OUTUBRO/2018
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 25Exibido 77 vezesFale com o autor