Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
20 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56828 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10014)
Crônicas (22151)
Discursos (3133)
Ensaios - (8956)
Erótico (13388)
Frases (43354)
Humor (18383)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138027)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4770)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->UMA NOITE DE NATAL -- 15/11/2000 - 14:24 (Márcio Filgueiras de Amorim) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Que recordações nos trazem o natal ? Voltamos ao tempo de criança ? Lembramos de mágicas histórias de renas e Papai Noel, associadas a cobiçados presentes ? Em época de feriado, festas, árvore de natal e guloseimas. Ao lado destas recordações, mais charmosas, as vezes esquecemos as imagens de um presépio, com o menino Jesus nascendo em pobre manjedoura.

É necessário refletir, sobre os diversos significados embutidos nestas cerimonias. Lembrar que nosso festejo de natal com nosso Papai Noel vestido de veludo vermelho, com gola e punhos de pele é uma cópia feita da matriz (Hemisfério norte) pela colônia (Brasil). Assim como nossas árvores de natal com a falsa neve de algodão. No tórrido verão de nosso final de ano seria mais lógico Papai Noel de bermuda e árvore de natal enfeitada de girassol ou margarida. Nossa ceia deveria ser leve (pelo enorme calor) basicamente legumes, verduras e frutas substituindo os alimentos gordurosos, calóricos e indigestos da época. Deveríamos consumir com moderação bebidas alcóolicas ( necessária no frio do Hemisfério norte) e substitui-las por sucos.

Lembrando, bem a propósito, que também nossas festas juninas ( festas de São João) são copiadas de festas ao ar livre em volta da fogueira, na Europa. Quando deveríamos estar protegidos dentro das casas, é então que as realizamos, no máximo frio do nosso inverno.

Esquecendo que estes costumes são cópias literais da colônia tropical aos hábitos das metrópoles colonizadoras. Afastando o fenômeno comercial em que o evento se tornou hoje. Desconsiderando que se questiona até, se Cristo nasceu mesmo nesta data, ou se a igreja fez um sincretismo com festas pagãs do solstício de inverno (na Europa). Apesar de tudo é um período de festas que une a família. Traz momentos de poesia, beleza e fantasia através das histórias infantis. Representa afinal momentos de confraternização, reencontro e alegria.

Mas com certeza poderíamos com a imaginação e o “jeitinho” brasileiro adaptar esta festa de Natal, tornando-a mais tropical e verdadeira. Sem perda de suas boas qualidades, já referidas. Lembrando sempre que o momento mais importante a comemorar na data é o nascimento de Jesus Cristo (não importa se a data está correta), e que muitas vezes Papai Noel ofusca.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui