Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
122 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56919 )
Cartas ( 21134)
Contos (12535)
Cordel (9883)
Crônicas (21940)
Discursos (3125)
Ensaios - (10032)
Erótico (13216)
Frases (41982)
Humor (17836)
Infantil (3614)
Infanto Juvenil (2349)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137255)
Redação (2893)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4538)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A ESPERA DA PRIMAVERA -- 19/09/2010 - 21:05 (Maria Hilda de J. Alão) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A ESPERA DA PRIMAVERA

Maria Hilda de J. Alão


Inverno. Ah que saudade
Tem este coração vazio
Do sol e sua tímida claridade
Nesta estação de tanto frio.

Tu és triste e cinzento
Como uma dama viúva
E transformas teu tormento
Em fria e intermitente chuva.

Cavaleiro gélido e apressado
Invades os ossos ousadamente,
E o vento de gume afiado
Corta a pele lentamente.

Ah Inverno! Via erma e tristonha,
Sempre trazes lembranças do passado.
E a Primavera, com quem toda gente sonha,
Vem com o verde florido, jardim encantado,

Libertar-nos desta sensação incontida
De fantasma vagando lá fora
Buscando a vida não esquecida
Ou um amor de outrora.

E a chuva continua fria e leve,
Fustigando as árvores ela não passa,
E a pena, na mão rígida, escreve
Versos gelados e sem graça

A espera da Primavera quente
Trazendo o sol que a todos aquece,
E as flores, abrindo-se suavemente,
Dizem adeus ao Inverno que fenece.

19/09/10.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 27Exibido 637 vezesFale com o autor