Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
62 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56432 )
Cartas ( 21156)
Contos (12574)
Cordel (9959)
Crônicas (22082)
Discursos (3130)
Ensaios - (8873)
Erótico (13328)
Frases (42867)
Humor (18225)
Infantil (3700)
Infanto Juvenil (2514)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137727)
Redação (2905)
Roteiro de Filme ou Novela (1051)
Teses / Monologos (2385)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4611)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ORÁCULOS UNGIDOS -- 22/05/2011 - 08:14 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos



ORÁCULOS UNGIDOS

Juan de la Ville

22 de maio de 2011



O oráculo transcorria na sociedade romana

Como palavra ungida

Saída da boca das sibilas

Em forma de murmúrio sentencioso

Soprado aos ouvidos

Do consulente

A magia dos oráculos ungidos

Tentava animar e dar respostas

Às mais comuns angústias

Do cidadão comum

Na moldura da hodierna sociedade

Ainda correm soltos

Por espaços anônimos

Oráculos ungidos

Que tentam reanimar

Espíritos em crise

Mais sensíveis

À problemática da travessia existencial

Em tempos marcados pelo destino.



Juan de la Ville

22 de maio de 2011


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 182 vezesFale com o autor