Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
32 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56450 )
Cartas ( 21157)
Contos (12576)
Cordel (9977)
Crônicas (22085)
Discursos (3130)
Ensaios - (8877)
Erótico (13329)
Frases (42883)
Humor (18231)
Infantil (3704)
Infanto Juvenil (2520)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137743)
Redação (2907)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2385)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4618)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->BRISA DANÇARINA -- 24/02/2012 - 17:36 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
BRISA DANÇARINA

Jan Muá 24 de fevereiro de 2012



Chegou de surpresa e se deteve

Pegando a ponta de meu nariz

Dengosa

Me animava

Em doses calculadas

Enquanto bramia de leve

se agitava

sempre me revigorando

o rosto



Saindo de meu circuito

Alastrou pelo lago

E suas margens

Fez bulir as penas das garças brancas

E promoveu fino espetáculo

nos ramos ociosos das árvores iluminadas pelo sol

Depois entrou na crista da superfície das águas

do Paranoá

Executou uma corrida série de artísticos golpes de efeito dominó

E levantou vôo para outras bandas

Sôfrega de mais aventura.





Jan Muá

Brasília,

Junto ao Paranoá, na tarde de 24 de fevereiro de 2012

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 260 vezesFale com o autor