Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
72 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54414 )
Cartas ( 21031)
Contos (12033)
Cordel (9350)
Crônicas (20802)
Discursos (3098)
Ensaios - (9869)
Erótico (13087)
Frases (39455)
Humor (17507)
Infantil (3550)
Infanto Juvenil (2302)
Letras de Música (5406)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (135002)
Redação (2860)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4089)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A QUÍMICA DO AMOR -- 31/05/2012 - 22:48 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

A QUÍMICA DO AMOR
José de Sousa Dantas

Quando eu te avistei naquele dia,
uma QUÍMICA entre nós rolou na hora,
emergindo, de dentro para fora,
um AMOR em perfeita SINTONIA,

numa interação forte e sadia,
que aquece e, a vida, revigora,
que no meu coração já vive e mora,
me enchendo de luz e de alegria,

de carinho, de paz e de prazer...
Foi tão bom te encontrar e te querer,
te ouvir, te abraçar e te beijar...

Faço tudo pra nunca te perder,
pois tu és a razão do meu viver,
MEU AMOR, QUERO SEMPRE TE AMAR.
 

Comentários

Odir Milanez  - 02/06/2012

Não se sabe ainda se o amor nasceu para o poeta ou se o poeta nasceu para cantar o amor. Só se sabe ser obrigação sua esse decanto, essencialmente em soneto, como aqui o faz o poeta Dantas, a quem aplaudo em cada verso.

Odir Milanez

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 82Exibido 361 vezesFale com o autor