Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
60 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54786 )
Cartas ( 21052)
Contos (12083)
Cordel (9480)
Crônicas (21040)
Discursos (3104)
Ensaios - (9893)
Erótico (13117)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135496)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->AS TREZE VELAS. -- 02/05/2010 - 10:26 (Ana Zélia da Silva) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
AS TREZE VELAS.
Ana Zélia

Contam e eu acredito pela força que Deus deu a todos nós.

Um homem andava pelo sertão quando lhe deram a
incumbência de ir a uma igreja e acender treze velas.

O cidadão entrou na igreja e começou a acender as velas nos pés de cada imagem,
ao término restou uma vela e ele estava diante de São Jorge, o padroeiro do Brasil,
Senhor Ogum, olhou para o Dragão e acendeu a vela dizendo:
Meu amigo, só restou você e se você está embaixo das patas do
cavalo de São Jorge é porque livre você teria muito Poder. E saiu.

cidade pequena, um homem tinha sido morto e como não encontraram o assassino,
acusaram o forasteiro de ter cometido o delito
, preso, condenado a morrer enforcado.

Na hora do enforcamento, o Dragão, aquém eu chamo de sua Excelência,
tem o pseudônimo de Seu Saci, EXÚ LALÔ, DO SOL E DA LUA.

Sabendo que aquele homem estava sendo acusado e era inocente, pediu
a Jorge que tirasse por um segundo a pata de seu cavalo de sua cabeça
e o deixasse cumprir uma missão. Depois de muita insistência
e contar a Jorge o acontecido,
Ele o deixou ir.

Chegando à praça montado no cavalo gritou: Este homem é inocente,
ele estava na igreja acendendo velas quando o homem foi morto.
Eu vi.

O Juiz mandou soltar o homem que estava já com a corda no pescoço.

Montaram no cavalo e lá adiante o homem falou:

Senhor! Eu nunca lhe vi na vida,
como você vem em desabalada carreira e me salva da morte.

Ele respondeu: Você lembra na igreja quando
você acendeu a vela ao Dragão,
porque só Ele restava ali?

Eu sou o Dragão e nunca ninguém tinha me dado luz,
sempre me ignoram, a eles sou Lúcifer,
o Anjo que se rebelou ao Senhor. Foi Gratidão.

Manaus, 02.05.2010.
==========================

Nota da autora- Nos dias em que a seleção Brasileira está em
campo formo meu time com todas as crianças do astral.
Geralmente no Gol, coloco Jorge, na defesa, Bárbara
e vou dividindo todos eles dentro do campo, ao redor,
bastante doces, pirulitos, refrigerantes, pipocas.
A cada Gol ou a cada Defesa, eles recebem mais refrigerantes,
ao término do jogo, a festa está linda, cheia de balões, apitos,

pensa Dunga que só são os seus meninos que jogam?

Ai se não fosse os nossos meninos.

E sempre colocava pra jogar Seu Saci que na minha casa
está simbolizado num abridor de garrafa em madeira,
confio demais em todos e nele principalmente
porque só com uma perna ele consegue driblar todos. Ana Zélia



Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 25Exibido 481 vezesFale com o autor