Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
42 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56723 )
Cartas ( 21160)
Contos (12582)
Cordel (10005)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8936)
Erótico (13377)
Frases (43197)
Humor (18334)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2597)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137947)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4723)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A PÉTALA -- 01/03/2013 - 09:31 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos





A PÉTALA


Jan Muá


1 de março de 2013





Uma pétala caiu na borda do caminho


Desprendida dos braços de sua mãe


Uma árvore


A que o povo rude deu o nome displicente


E sem poesia


De pata de vaca





Nome intuitivo


Parece


Pela forma da folha


Que semelha o casco desenhado


Da pata de uma vaca





Mas tirando o nome


A árvore é toda viçosa


E cheia de ternura


Deslumbrante quando está florida


Roxinha de paixão





Ao passar no vale


Peguei do chão


Entre muitas outras esta pétala


Que se iluminou a meus olhos


Como uma gracinha


Pelo seu tecido de seda


Ternamente roxinho


raiado





Eu não tinha como não pegar


Esta pétala


Que apelou para mim


Em súplica íntima


E meus olhos seduziu





Trouxe a pétala em mãos


Com carinho





Ela tem vida


Muita vida


Tem cor


Intensa cor





Gostaria agora de ter um segredo


Místico


De criar um laboratório


Com um microscópio


Capaz de revelar a matéria prima das coisas


E me desse a conhecer toda a vida íntima


Que está dentro desta flor


Mas não tenho esse laboratório


Nem esse microscópio intenso e profundo


E por isso como poeta


Resta-me guardar o encanto


E a adoração


A este entranhado símbolo de vida


Que encontrei no chão


Por onde caminham meus pés...





Chão...chão...intenso chão


Chão arqueológico


De muitos chãos!





Jan Muá


1 de março de 2013


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 294 vezesFale com o autor