Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
35 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56723 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10005)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8936)
Erótico (13378)
Frases (43199)
Humor (18335)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2597)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137948)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4723)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O Ronco -- 18/08/2015 - 08:14 (flavio gimenez) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


As nuvens

Elas crescem, milhares de formas

Elas se enchem de sonhos em espécie

As nuvens engravidam de plantas sementes

Todos os cumulus-nimbus de espera e vertigem

As nuvens se enchem de coragem, ventam, criam outras

As pequeninas se esgarçam, se deleitam em danças diurnas

As nuvens pequenas se ajuntam em outras que se adensam em trovoadas

As mais belas se parecem a vulcões avermelhados nos fins de tarde

Minha mãe aponta com os dedos as formas mutantes das maiores

As pequenas fogem à visão de tantas ventanias, os telhados tremem, caem galhos

As mais desenvoltas sacodem a terra com sua voz de Odin, ou com os raios divinos de Júpiter

As mais alongadas têm seu aço temperado por Hefesto, reboam as ferrarias do Empíreo

As nuvens então desabam um choro medonho, antes o barulho e o vento em círculos

Minha mãe recolhe as roupas açoitadas e furadas e remendadas por mão perfeita

Caem pedriscos e ela diz: são os diamantes do céu, são estrelinhas frias

Eu e meus irmãos corremos em meio ao quintal estreito, já balança a ameixeira

Caem pedrinhas de todas as cores, o sol se filtra entre raios, assustamos

Ouve-se o ronco profundo da chuva que chega, próxima

Já não há roupas nos varais, só a calma

Grossas gotas se ajuntam nos telhados

Vem o sono atroz dentro de casa

As nuvens choram

O sono


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 5Exibido 183 vezesFale com o autor