Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
78 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54597 )
Cartas ( 21042)
Contos (12049)
Cordel (9418)
Crônicas (20968)
Discursos (3104)
Ensaios - (9880)
Erótico (13102)
Frases (39638)
Humor (17532)
Infantil (3554)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5408)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135304)
Redação (2862)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1912)
Textos Religiosos/Sermões (4141)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->AMAZÔNIA! EXÍLIO CÁRMICO! -- 05/08/2011 - 15:57 (Ana Zélia da Silva) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131420483941530500

AMAZÔNIA! EXÍLIO CÁRMICO!
Ana Zélia

Na terra distante, aldeia dos Barés, cravada em meio à selva,
circundada de igarapés, onde o sol causticante deixa a temperatura sempre em 37 a 40°.
Aqui ninguém reclama, temos como símbolo AJURICABA, o “Caudilho da Selva”, o índio
que preferiu atirar-se às águas do Rio Negro que banha a cidade, que ser escravo dos invasores.
Somos povo de sangue quente e nobre, povo honrado, cruzado com o sangue nordestino,
que migraram em busca da sobrevivência na grande seca de 1930.
Ontem já era notícia em todos os canais de televisão, hoje, leio no
“pequeno, grande Dez Minutos”, uma frase que faria Ajuricaba se levantar da tumba e
erguer sua flecha certeira no coração do inimigo.
Uma frase que como manauara não consigo ficar omissa, muito menos calada.
Uma Senhora que merece respeito pelo cargo que exerce, mas que não lhe dá o direito de menosprezar nosso povo, nossa terra, nossa gente.
Foi aqui que Ela obteve o maior número de votos nas eleições passada.
Não somos corjas de idiotas para diante da ingratidão calar-nos.
A frase é esta: Nelson Jobim é demitido.
... a presidenta Dilma Rousseff afirmou que se pudesse “arrumaria
um cargo para o Jobim na Amazônia e deixaria ele por lá”;
Verdade ou mentira o assunto circulou na internet...

Vivemos num País livre, na época do descobrimento os presos
eram desterrados para o Brasil, mesmo com os poderes do cargo
jamais esta ofensa poderia ter sido sequer pensada, isto mostra o risco que corremos.
Vivemos vinte e quatro horas de angústia sobressaltados por ameaças,
Por leis e decretos contra a mais cobiçada Zona que por ironia é FRANCA.

Somos a região mais cobiçada do planeta, nossas fronteiras se não tivermos cuidado,
breve seremos invadidos e passaremos a ser cidadãos escravizados de outros países.
Talvez eles nos respeitem.
 

Seja bem vindo Ministro Nelson Jobim, não como castigo, porque nossa terra
Tem um povo bom, temos a Virgem da Conceição abençoando a todos na entrada do
Porto da cidade. Quem sabe possa ser meu Segurança Particular, teria orgulho em recebê-lo.

Aqui Vossa Excelência se juntaria a nós guerreiros vivos, às vezes um “pouco abestalhado”
Quando caimos na lábia de alguns maus políticos.
 

Perdemos o “Último Guerreiro Vivo”  o Diplomata ARTHUR VIRGILIO NETO,

sua voz se fazia ouvir em todo o Brasil como Senador.

Filho de Manaus, traido quem sabe pelos muitos que não nasceram aqui e tentam nos representar.

As "sereias de Ulisses" conseguiram enganá-los.

Quanta falta faz ao homem a perda da identidade.
 

Mas continuamos guerreiros, arco e flecha nas mãos contra todos os inimigos.
Infeliz o homem que perde as forças e não luta, nós lutamos.
Só pedimos RESPEITO.
 

Como dizemos: “Até Satanás é bem vindo aqui, temos calor  de sobra pra dar e vender”.
Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Manaus, 05 de agosto de 2011

Nota da autora- "No tempo da escravidão quando o senhor me batia, eu rezava pra Nossa senhora da Guia,

quando a pancada doia. Assim cantavam os pretos velhos na senzala. Hoje gritamos; LIBERDADE. Ana Zélia 

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 25Exibido 338 vezesFale com o autor