Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
131 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56727 )
Cartas ( 21128)
Contos (12519)
Cordel (9865)
Crônicas (21898)
Discursos (3121)
Ensaios - (10001)
Erótico (13200)
Frases (41737)
Humor (17749)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5449)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137078)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4526)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Diurno -- 29/04/2016 - 14:06 ( Andre Luis Aquino) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Amanheceu. Que belo dia!
O sol ilumina os homens
E faz brilhar as mulheres

O dia amanheceu e espalhou sua luz
Pelas pessoas, pelas ruas e pelas casas
Atingiu a mente e o coração de qualquer um

O dia alastrou a esperança
E a mais completa promessa
De vitória, de sucesso e de satisfação
O dia surgiu. Dourado ou cinza
Com tempestade ou calmarias
Os mortais acusam sua presença clara em suas pupilas
Uns lamentam, outro sorriem, alguns até choram

Porque mesmo solar, o dia é incerto e sem garantias
Homens transpiram enquanto as mulheres
Vertem hormônio pelos poros
Desde a manhã até o pôr-do-sol
O dia aquecerá as mãos, mas esfriará os pés

O dia enche os inocentes e os culpados esvazia
Aos sobreviventes dará outra chance
Porém, aos mortos, mais uma condenação

De dia há os que comemoram o sol
E há os que anseiam pela lua
O Homem vestiu seu paletó
Ao mesmo tempo em que a mulher
Tirou o vestido para ficar nua
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui