Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
106 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56005 )
Cartas ( 21109)
Contos (12422)
Cordel (9780)
Crônicas (21643)
Discursos (3119)
Ensaios - (9949)
Erótico (13188)
Frases (41094)
Humor (17621)
Infantil (3597)
Infanto Juvenil (2324)
Letras de Música (5441)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136577)
Redação (2884)
Roteiro de Filme ou Novela (1047)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4450)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O HOJE PODE NÃO SER O AMANHÃ -- 06/08/2016 - 21:56 (Henrique César Pinheiro) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Alguns Dias são escuros como a noite.

Tem Senhor Poderoso, tenebroso

Dias ruins podem vir do Poderoso.

Punições e castigos de açoites.



Nossa vida é um curto pernoite.

O futuro às vezes é Barroso.

Amanhã, sem poder e já idoso,

Bom amigo de hoje..., se foi-te.



Poderá tornar-te um desvalido,

Que irá conhecer o próprio fel,

Por caminhos errados escolhidos:



Ao pensar que havia subido ao Céu...

Hoje, no auge se acha bem querido:

Fantasia... ilusão, dum mundo cruel...



HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, AGOSTO/2016



 


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 37Exibido 168 vezesFale com o autor