Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
104 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55059 )
Cartas ( 21063)
Contos (12133)
Cordel (9565)
Crônicas (21228)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39987)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135729)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->CALMA NAS CONCLUSÕES–mensagem caligráfica–Saes-Elucidário -- 02/02/2017 - 23:28 (Boanerges Saes de Oliveira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
CALMA NAS CONCLUSÕES – mensagem caligráfica – Saes

Elucidário comentado




CALMA NAS CONCLUSÕES (1)




Mereça o respeito; (2)




Não é necessária a concordância. (3)




Cada individuo conquistou a sua ignorância, (4)




Razão e coração, vigilância, cabeça e peito! (5)







B.Saes (6)

02.02.2017 – 22.20 h.v. (7)

S.Paulo, SP, Brasil (8)







ELUCIDÁRIO COMENTADO:




(1) Tema sempre oportuno, chama a atenção para precauções, objetiva o “não atirar a primeira pedra”, tecendo manto de proteção e não atração de desequilíbrio por atitudes impensadas ou momentaneamente de pensamentos e raciocínios discordantes;




(2) Se desejamos que outros procedam com nobreza, verdade, dignidade, lisura, e outros tantos adjetivos de fino trato, é evidente que temos por dever trabalhar com emissões das nossas ações de modo semelhante, aqui o autor diz do “merecer-se o respeito”, atraindo momento de profunda reflexão no leitor;




(3) Pode-se dizer que o respeitar deveria tornar-se lei , cujo descumprimento, geraria obrigatoriedade de aulas práticas por períodos fiscalizados com rigorosas ferramentas,

desde o berço, iniciando o autoburilamento que certamente a Vida depois irá exigir para um prosseguir da sociedade com leveza, sem guerras;




(4) Nas captações das diversas fases do conhecimento, cada ser na sua individualidade, aonde a escolha se faz livre, gera um saber diferenciado que o torna cada vez distanciado da igualdade entre todos da raça humana, captando novas ações com horizontes particularizados, conquistando, com relação às verdades de cada um, uma distância que o torna ignorante dos sentimentos da própria Irmandade. Assim, necessita do elo família, do halo das afinidades, para proteger-se de grupos que lhe são opostos, vivenciando regimes autoprotetores, como se observa no comportamento da nossa atual sociedade;




(5) Urge a reflexão unindo aplicações conjuntas de pensamento e sentimento, razão e coração, com suas localizações não muito distantes no corpo físico, mas na maioria das vezes, absurdamente distantes no tempo e no espaço, um do outro, atraindo eternizados instantes da autocriada permanência da dor;




(6) Nome abreviado do autor Boanerges Saes de Oliveira;




(7) Data e horário do término da escrita caligráfica;




(8) Local, cidade e país, da confecção da mensagem.







Boanerges Saes de Oliveira




02.02.2017 - 23.10 h.v.

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 156Exibido 41 vezesFale com o autor