Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
89 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54470 )
Cartas ( 21032)
Contos (11992)
Cordel (9377)
Crônicas (20889)
Discursos (3100)
Ensaios - (9875)
Erótico (13091)
Frases (39515)
Humor (17516)
Infantil (3551)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5407)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (135147)
Redação (2861)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4105)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O outrora que não sorria -- 28/02/2017 - 12:49 (Lita Moniz) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

 

                      O Outrora que não sorria
                      Eu era aqui.
                    Ia e vinha.
                    E não via.
                    O que na alma me ia
                    não me deixava ver.
                    Vejo agora o que não via.
                    Ouço o que não ouvia.
                    Passou a agonia.

                   O outrora  que não sorria,
                    Agora ri.
                    Desfaz-se em beleza.
                    Convida-me a sentar à sua mesa
                    Se houve dor joguei-a fora agora.
                    Sinto-te  uma extensão de mim.
                    aquela sinfonia inacabada finalmente
                    chegou ao fim.
                    Entrei em ti, entraste em mim.
                   
 
                                              Lita Moniz
  

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 5Exibido 33 vezesFale com o autor