Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
105 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54470 )
Cartas ( 21032)
Contos (11992)
Cordel (9378)
Crônicas (20889)
Discursos (3100)
Ensaios - (9875)
Erótico (13091)
Frases (39515)
Humor (17516)
Infantil (3551)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5407)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (135147)
Redação (2861)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4105)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Poesia Condoreira -- 15/03/2017 - 09:22 (Lita Moniz) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

                                Poesia  Condoreira

           Tento me desembrulhar,
            Rasgar, jogar fora outra hora.
            Principalmente a que me empurrava:
            Precisas fugir daqui, ir embora.
            Queria ser a última pessoa levada
             pela carneirada.
             HÁ! Como  me enganava.
             A carneirada só começava.
             Cada vez aumenta mais.
             Passadores de gente a fugir da fome,
             da peste, da guerra.
             Os navios negreiros ressuscitaram.
             Nem precisam mais caçar almas
             para escravizar.
             Agora é só atracar e carregar o navio
             negreiro.
             Não conta o quanto de peso este pode
             suportar. O que conta é o dinheiro que
             o mercador quer arrecadar.
             Nem é preciso grande provisão.
             Em alto mar abandonam a embarcação.
             Entregam à sorte ou à morte aquela
             pobre gente vítima da situação.
                                        Lita Moniz

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 5Exibido 22 vezesFale com o autor