Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
104 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55059 )
Cartas ( 21063)
Contos (12133)
Cordel (9565)
Crônicas (21228)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39987)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135729)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Céu do Outro Lado -- 15/03/2017 - 09:45 (Lita Moniz) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos





                              Poesia Carne e Osso            
                    Não sei o que me deu!

                     Nem sei se fui eu!
                     Poesia carne e osso.
                     Fui pintando o paraíso.
                     A Tela era um céu rubi-dourado.
                     As tintas eram  lágrimas que a
                     poesia coloria.
                     Do pó da terra jorrava o verde
                     que procurava.
                     O pincel subia, descia, tudo cada
                     vez mais se parecia com o Planeta
                     onde  vivia.
                     Só a  cor do céu mudou.
                     Poesia carne e osso me dizia que o
                     céu do outro lado já ao pôr do sol se via.
                                                          Lita Moniz    
                    
                    
 
                              
                        



 



   


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 5Exibido 39 vezesFale com o autor