Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
84 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54601 )
Cartas ( 21043)
Contos (12053)
Cordel (9422)
Crônicas (20971)
Discursos (3102)
Ensaios - (9880)
Erótico (13102)
Frases (39648)
Humor (17532)
Infantil (3554)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5408)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135308)
Redação (2862)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1912)
Textos Religiosos/Sermões (4143)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Escrevo uma ode -- 06/05/2017 - 01:53 (Eder Kamitani) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
>>> Escrevo uma ode <<<

Escrevo uma ode em um ônibus.
Ela não é boa e não é heróica.

Escrevo uma ode numa estrada.
Ela é triste mas banal.

Escrevo uma ode num cartório
(Já nasce morta e escriturada)

Escrevo uma ode numa igreja:
uma ode tão solene e morfética!

Escrevo uma ode num dédalo
Escrevo uma ode numa prisão
Escrevo uma ode numa quitanda
Escrevo uma ode numa quarta de cinzas
Escrevo uma ode segurando as tripas
Escrevo uma ode pensando em tristes mulheres que fugiram.

Escrevo uma ode acima do bem e do mal
Escrevo uma ode deletéria, sem cálculo
[ou rumo, numa galáxia errada.

Redefino assim o conceito de tédio,
Aproveito porcamente as vantagens da poesia
E atiro esses papéis em anônimo monturo.

(Eder Kamitani)

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 0Exibido 21 vezesFale com o autor