Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
94 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55060 )
Cartas ( 21063)
Contos (12134)
Cordel (9568)
Crônicas (21230)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39989)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135730)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Delírio (Francisco Miguel de Moura) -- 11/05/2017 - 07:44 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos



Delírio 



 




Peguei da minha Bíblia Sagrada




pensando nela achar todo o Universo.




Lida e relida, não encontrei nada,




tão contrafeito, em dúvidas imerso.




 




Não tendo a fé no coração gravada,




a virgem fé de remover montanha,




a palavra de Deus, viva, inspirada,




trouxe-me a dor em dúvida tamanha.




 




Assim, crendo e descrendo, já deliro.




Assim, dias e noites se consomem,




e eu filosofo as dores que transpiro.




 




Se, enfim, elevo os pensamentos meus,




tenho a angústia infinita de ser homem,




tenho o imortal desejo de ser Deus.




                                (MIGUEL DE MOURA). 

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 51 vezesFale com o autor