Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
94 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55060 )
Cartas ( 21063)
Contos (12134)
Cordel (9568)
Crônicas (21230)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39989)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135730)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O sentir -- 07/06/2017 - 05:15 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Aos gritos de gozo,
Te fiz bem e bem te faço...
Leve deixo.
Você sempre me faz bem.

Na saudade do retorno,
Isso alimenta os desejos e desenhas a chegada.
Chegada sem partida.
Coração e corpo amorosamente rendidos e presos ao divino enclausuramemto por puro encantamento. Entrelaçados nos desejos, suspiros e amor.
Troveja e depois chove na Palmeira do teu quintal molhando as entranhas da terra no desejo natural e efêmero no pulsar galopante do seu eufórico alazão..
Suspira em seu cangote nas sagradas volúpias adentrando em seu cálice MULHER.
No curso natural da essência masculina em suas paredes chuvosa, desaguo o líquido quente, grosso em pulsões do homem do seu querer menina.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui