Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
102 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54835 )
Cartas ( 21056)
Contos (12106)
Cordel (9509)
Crônicas (21076)
Discursos (3107)
Ensaios - (9896)
Erótico (13126)
Frases (39798)
Humor (17544)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5411)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135516)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4172)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Só Quem é Poeta Vinte e Quatro Horas Por Dia(Corrigido) -- 17/06/2017 - 16:55 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Só Quem é Poeta Vinte e Quatro Horas Por Dia Pode Fazer Poesia Eternamente
Quem é poeta de verdade faz poema até no banheiro
No ônibus, na escola, no trabalho e debaixo do chuveiro

Só quem é poeta vinte e quatro horas por dia
Pode fazer Poesia durante toda a eternidade
Porque existe inspiração até na mais triste agonia
Pois a transformação é a ponte para a felicidade

O verdadeiro poeta transforma a tristeza
Na mais linda estrela brilhante e cintilante
Que vira uma meiga e tímida princesa
Com a coroa do esforço radiante

O real poeta sabe que o sofrimento
É um frio, brabo, rígido e forte vento
Que assusta, mas espalha as sementes
Da sabedoria em cabeças inocentes

O sincero poeta vê poesia em todo o lugar
Em qualquer minuto e em todo o momento
Pois sua voz interior nada consegue calar
Porque ele é movido a sentimento

O excelente poeta sempre tem um lápis e papel
Para uma ideia nova não escapar por um segundo
Ele sabe que a inspiração, ás vezes, é muito cruel
Pois aparece rapidamente e depois some no mundo

O bom poeta consegue ver poesia na tragédia e na dor
Pode ser na vida própria, ou, no caminho alheio
Porque ele sabe que o melhor médico é o amor
Afinal sempre há versos, rimas e metáforas em seu meio

Ele usa anáfora para reforçar uma palavra e sua magia
O poeta usa aliteração para fazer música com som
Porque o ritmo é o planeta da mais pura melodia
Com notas musicais que saem da lua de neon

O bom poeta sabe usar onomatopeia
E descreve até o som da centopeia

Só quem é poeta vinte e quatro horas por dia
Pode fazer Poesia durante toda a eternidade
Porque existe inspiração até na mais triste agonia
Pois a transformação é a ponte para a felicidade.
Luciana do Rocio Mallon







Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui