Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
88 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55218 )
Cartas ( 21066)
Contos (12156)
Cordel (9589)
Crônicas (21293)
Discursos (3112)
Ensaios - (9914)
Erótico (13140)
Frases (40122)
Humor (17564)
Infantil (3566)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5416)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135847)
Redação (2879)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4226)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O Xale Branco da Bailarina Transformou-se Em Asas -- 28/06/2017 - 17:46 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Xale Branco da Bailarina Transformou-se Em Asas
Eu sempre quis ser um querubim
Com asas suaves, leves e macias
Para voar no eterno infinito sem fim
Mas só consegui um balão de Poesias

As Poesias me levavam para as alturas
Porém eu queria ter asas verdadeiras
Com penas feitas de mil ternuras
Das mágicas doces e verdadeiras

Então eu avistei um xale branco
Que estava esquecido na cadeira
Assim de um jeito rápido e franco
Dancei uma música alegre e faceira

O xale transformou-se em asas cheias de surpresa
Então voei pelo céu proibido e lilás
Onde a Arte é a mais linda princesa
Com a coroa simples e meiga da paz.
Luciana do Rocio Mallon


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui