Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
89 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54946 )
Cartas ( 21059)
Contos (12121)
Cordel (9544)
Crônicas (21131)
Discursos (3109)
Ensaios - (9910)
Erótico (13133)
Frases (39899)
Humor (17551)
Infantil (3560)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135650)
Redação (2874)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4195)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A fera -- 30/08/2017 - 15:55 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Bidião

Guardião
Da religião
Que acolhe das Dores
A dor maior
Da mãe ao ver o filho partir

Bidião esquece o tempo
Esquece o vento
A brisa passa suave
Apreciando todos os pecados
Recebidos e doados
No intuito do perdão

Abre as portas
E deixa a luz passar adiante
Medos bobos
Escondidos no lobo
Que a onça não faz ideia
Ser ele seu guardião

Pureza na sombra
Que zela pela onça
Sua paz, sua gente
Que ao banhar-se
Na Manguaba Lagoa
Eviscera todos os úteros

Mostra a cor e a dor
Da onça menina
Encantada pelo Lobo
Preza sua liberdade
O olhar dele revela
A pureza da cor, da Flor
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui