Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
96 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55941 )
Cartas ( 21109)
Contos (12417)
Cordel (9756)
Crônicas (21610)
Discursos (3119)
Ensaios - (9947)
Erótico (13172)
Frases (41017)
Humor (17617)
Infantil (3597)
Infanto Juvenil (2322)
Letras de Música (5434)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136492)
Redação (2884)
Roteiro de Filme ou Novela (1047)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4430)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->OS PEIXES -- 05/09/2017 - 12:24 (PAULO FONTENELLE DE ARAUJO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




É possível mesclar poemas e peixes


através do peixeiro letrado,


mas é a poesia


o plâncton do planeta.


Os poemas diversos


dispersos na água 


ora salobra, ora doce,


ora correnteza de um texto


deixam certezas no mundo.


 


É possível mesclar poemas e peixes


através da proliferação dos nomes:


o Peixe-Boi, o Vermelho, o Leão, o Cascudo,


o Bandeira,


o Atum Azul do Pacífico,


mas somente a poesia 


é o ser abissal,


cria sua própria luz,  ilumina o caminho


e atrai as presas com seu limite,


crianças  que vivem nas profundezas,


dos seus distintos lares.


 


É possível mesclar poemas e peixes


através do verso frio:


“o peixe dorme no gelo do supermercado”


mas somente a poesia


pede o desapego das  rimas,


já que ninguém  se alimenta


de fonemas sem valimento.


 


Por isso, o poeta no fim


sua composição proclamas, 


raspar dela as  rimas pobres


como se tiram dos peixes,


antes da entrega,


o que era refrega, o que eram escamas.


 


 


DO LIVRO: "O ÚLTIMO FOGUETE"










 

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 17Exibido 83 vezesFale com o autor