Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
117 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56117 )
Cartas ( 21113)
Contos (12444)
Cordel (9801)
Crônicas (21706)
Discursos (3120)
Ensaios - (9953)
Erótico (13192)
Frases (41215)
Humor (17643)
Infantil (3599)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5440)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136697)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4462)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O barco -- 22/09/2017 - 09:37 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Esperança

Caminhar a passos largos na eterna euforia de quem carrega em si, a esperança no presente aliado ao futuro quiçá repousar no barco e sempre remar. Mar calmo, remo leve, vida breve como o instinto da respiração enquanto perdura o pulsar. Ousar olhar em volta e ver as maravilhas que a vida oferece à gosto e contra-gosto, sem falar uma só palavra. Apenas ver e sentir. Sintonia mar, o universo e a micro criação de um Ser Divino a orquestrar a sinfonia do Carpinteiro Universal. Fluir e desejar que nunca pare a apreciação do audivero em sintonia com a grande sinfonia da vida. Ser o eu, o mar, o remo, as falésias, o rio que deságua, a Flor que ampara a cor e o sorriso menino do eterno aprendiz.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui