Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
96 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55947 )
Cartas ( 21109)
Contos (12417)
Cordel (9757)
Crônicas (21611)
Discursos (3119)
Ensaios - (9947)
Erótico (13172)
Frases (41021)
Humor (17617)
Infantil (3597)
Infanto Juvenil (2322)
Letras de Música (5434)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136496)
Redação (2884)
Roteiro de Filme ou Novela (1047)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4431)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ACROSTICO -- 27/10/2017 - 16:29 (valentina fraga) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
De tudo, é isso que vale. A construção de amizades sinceras, descomprometidas, desinteressadas, cheia de delicadeza.
Obrigada Armando Moro, pelo carinho. Isso faz repensar a decisão de desistir.
Valentina


Acróstico

Vislumbre em palavras soltas
Austeras, sentimento carregado
Leio e encontro muitas
Em teu nome é grafado
Não conheço face ou olhar
Tenho a sensação de senti-la
Imagino quanto pode me encantar.
Não sei se tão bom eu sou
A algumas palavras arriscar.

Florescem pensando nas suas
Regam o papel como a águas em flores
A oportunidade de um dia nas ruas
Giro de um dia em um mundo qualquer
A unirem-se e amenizarem nossas dores.

Armando Moro
Comentários

luiz  - 13/12/2017

Gostaria saber se é possível você fazer um ACRÓSTICO com o meu nome: GEORGE LUIZ.

touche  - 28/10/2017

Muito bom o acróstico do Armando...amizade é isso :"unirem-se e amenizarem as dores"..que bom que serviu de incentivo prá te impedir de desistir..

luiz  - 28/10/2017

Gostaria que antes de terminar o Ano você escrevesse algo para Mim.agradeço a sua visita.

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 14Exibido 97 vezesFale com o autor