Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
86 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55241 )
Cartas ( 21066)
Contos (12158)
Cordel (9594)
Crônicas (21296)
Discursos (3111)
Ensaios - (9914)
Erótico (13140)
Frases (40133)
Humor (17566)
Infantil (3567)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5416)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135869)
Redação (2879)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4226)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Poema X Pô X Ema -- 07/11/2017 - 18:13 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Sou Poema, Mas Tem Dias Que Estou Mais Ema do Que Pô e Mais Pô Que Ema
Sou um tradicional e conhecido poema
Escrito num papel com cheiro de alfazema
Com a intenção de amenizar um problema

Porém tem dias que estou mais ema do que pô
Ás vezes permaneço mais pô do que ema
Quando sou leve como um banho de ofurô
Achando a solução de um triste dilema

Quando estou ema sinto a ternura
De ser um espírito rápido e veloz
Fico amiga da pomba da paz e da saracura
Pois transformo um simples piado em voz!

Quando estou pô é porque me sinto cansado
Assim coloco no papel a revolta contra o mundo
Porque fico com o cérebro depressivo e fatigado
Por ninguém valorizar um sentimento profundo

Mas quando o desolado e singelo pô
Abraça a meiga e delicada ema
No meio de um simples bangalô
Nasce um eterno poema.
Luciana do Rocio Mallon




Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui