Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
132 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56699 )
Cartas ( 21128)
Contos (12515)
Cordel (9863)
Crônicas (21885)
Discursos (3121)
Ensaios - (9999)
Erótico (13200)
Frases (41685)
Humor (17749)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137070)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4518)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->VIDA E SOL PARA TODOS -- 23/01/2018 - 20:51 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


VIDA E SOL PARA TODOS
João Ferreira
23 de janeiro de 2018

Com base na observação de uma pujante árvore com sinais de plenas núpcias com o sol, lembrei-me de construir uma narrativa poética que me poderia levar a mim e aos meus leitores a uma metáfora bem realista do que é a luta pela vida. Convido meus leitores a me acompanharem na observação de uma árvore frondosa e robusta, numa mata brasileira, em pleno dia de sol.
Bem no alto está a frondosa copa. A ela chegam privilegiadamente ramos robustos, disciplinados e atléticos, levantados na direção do sol. Na camada logo abaixo, há outros ramos mas já inclinados que lutam nos meandros da sombra para encontrarem o caminho da luz do sol. Ramos que nesta luta usam todas as artes da natureza buscando um vão que se abra para o sol. E há outros ramos ainda, na mesma árvore. Ramos já dominados pela contínua força da sombra. Ramos quase vencidos pela concorrência que lhes fazem os próprios ramos-irmãos lá do alto, já de vida aburguesada, e pelos da camada média que deterministicamente os escravizam sem sentirem suas dores e dramas quando lhes cortam o caminho de seu encontro com o sol.
A raiz, os troncos e os ramos nesta árvore são todos uma mesma família. Uma sociedade familiar em que há várias individualidades, posições, alegrias, sofrimentos e dramas. Posições que revelam situações diversas, umas favoráveis, outras desfavoráveis ou adversas à vida. Vamos dizer que tratando-se de uma árvore e das posições diferenciadas de membros de uma família simplesmente biológica e botânica, dá para explicar o determinismo da natureza que assim se comporta sem piedade e sem apelo. Mas a árvore nos oferece uma bela metáfora que podemos enriquecer de uma forma humana elevando-a na base da sensibilidade e da razão.
A elevação desta metáfora acontece se a aplicarmos à sociedade humana em geral, quer tratando-se da família de sangue quer tratando-se da família social, ou de pequenas comunidades ou de grandes comunidades. É uma bela metáfora se com ela mensurarmos as posições conjuntas das pessoas de família, sobretudo das privilegiadas, de mistura com as posições dos membros de classe média de membros da família ou até de posições de baixa renda entre outros também membros da família.
Se considerarmos a metáfora válida para pessoas dentro da mesma família, em seus vários escalões, ou dentro da nossa sociedade, segregada em lutas de vários tipos, diremos que a alegoria é aplicável, de igual forma, para o tipo de composição da sociedade brasileira atual, onde as várias posições dos ramos da árvore descrita simbolizam também a árdua luta que os filhos de classe média e baixa e a linha de pobreza travam para tentar se beneficiar da luz do sol, que é o emprego, a saúde, o transporte e demais condições normais da vida social, condições que serão sempre, metaforicamente ou não, o sol da vida humana.
João Ferreira
23 de janeiro de 2018
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 87Exibido 96 vezesFale com o autor