Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
52 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56399 )
Cartas ( 21119)
Contos (12482)
Cordel (9833)
Crônicas (21793)
Discursos (3122)
Ensaios - (9978)
Erótico (13197)
Frases (41439)
Humor (17685)
Infantil (3603)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5445)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136912)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4473)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->PISCAR OS OLHOS -- 01/02/2018 - 00:32 (PAULO FONTENELLE DE ARAUJO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos



 


Cinquenta minutos de espera


na ordem voraz da fila de um banco


até captar o imprescindível alívio


do talão quitado.


O fluxo foi possível


e após a apreensão,


entrar no transporte atochado,


cinquenta passageiros invocam


a precisão pelo respiro,


pelos pulmões antigos


que me retornam


diante da parada escolhida.


Eis o mundo ao meu redor,


a tarde quente,


a vida em dormitórios;


por um momento não jantar,


por um momento este bairro pobre de São Paulo


surge-me outra vez cor de rosa


na sequência de problemas,


que são solavancos,


como olhos piscantes são trancos


e os instantes vencem.


 


Cada piscadela minha mostra agora


o pouco alcance dos débitos,


ônibus lotados, calor


e outros bruxismos...


Meus olhos piscam brutalmente


rumo ao último instante vitorioso,


meu rosto enfim suicidado, intacto


e nem por isto os sinto.


Prossigo mais calmo.


Moro na região da Penha.


 


LIVRO: "A CIDADE POSSÍVEL"


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 18Exibido 54 vezesFale com o autor