Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
127 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56727 )
Cartas ( 21128)
Contos (12522)
Cordel (9865)
Crônicas (21899)
Discursos (3121)
Ensaios - (10001)
Erótico (13200)
Frases (41755)
Humor (17750)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5449)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137079)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4527)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->JÓQUEI CLUBE DE SÃO PAULO -- 03/02/2018 - 17:12 (PAULO FONTENELLE DE ARAUJO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

 


 


Durante a minha vida inteira


estive no Jóquei Clube de São Paulo.


Meu pai apostava em cavalos,


e eu assistia as largadas:


Cabeça à cabeça!


Correndo por fora!


Dois corpos de vantagem!


E cruzam o disco final!


 


Não sei quando percebi,


cavalos quando disparam


tiram as quatro patas do chão.


Os cavalos querem voar.


Não pude dizer isto ao meu pai.


“Pai, os cavalos passam por aqui


e quase voam!


Os jóqueis não percebem!


Querem vencer a corrida!


Os cavalos não vencem,


todo páreo é mais uma chance de voo!


Quando alçarem,


na grama ou na areia,


a tribuna de honra não notará!”


Meu pai talvez dissesse:


“Eu sei,


desde 1949 os cavalos tentam, meu filho,


mas o Jóquei Clube de São Paulo


não é local para crianças”.


 


DO LIVRO:"A CIDADE POSSÍVEL"

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 19Exibido 51 vezesFale com o autor