Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
131 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56124 )
Cartas ( 21113)
Contos (12444)
Cordel (9801)
Crônicas (21706)
Discursos (3120)
Ensaios - (9953)
Erótico (13192)
Frases (41216)
Humor (17643)
Infantil (3599)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5440)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136697)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4462)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Quando Eu Morrer, Quero Doar Meus Órgãos Que Não São Musicai -- 09/04/2018 - 11:58 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Quando Eu Morrer, Quero Doar Meus Órgãos Que Não São Musicais
Quando eu morrer, quero doar meus órgãos que não são musicais
Porque pulmões ofertados viram harpas celestiais
Castanholas se transformam em novos rins
Quando as esperanças não possuem fins

Um diferente coração vira tambor
Num gesto doce repleto de amor
Olhos se transformam em sirenes luminosas
Abrindo as janelas para as paisagens frondosas

Um recente e usado fígado
Canta a ópera chamada Fígaro

Quando eu morrer, quero doar meus órgãos que não são musicais
A pele se transforma em sons de pianos nos infinitos astrais.
Luciana do Rocio Mallon




Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui