Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
46 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56922 )
Cartas ( 21134)
Contos (12535)
Cordel (9883)
Crônicas (21940)
Discursos (3125)
Ensaios - (10032)
Erótico (13216)
Frases (41986)
Humor (17836)
Infantil (3614)
Infanto Juvenil (2349)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137256)
Redação (2893)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4538)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O POETA -- 13/04/2018 - 04:32 (PAULO FONTENELLE DE ARAUJO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Localize o poeta na pirâmide
de estratificação social.
Ajude o poeta
em sua busca ao cântaro dourado
dos versos líricos.
Responda.
Através do labirinto das metáforas amplas,
quais são os sete erros desse artista.
Peça hoje mesmo
pelo reembolso postal,
o poeta em charadas.
Explique.
Qual a diferença entre o poeta
e um pássaro tropical.
Diga se é mineral, vegetal
ou funcional,
o envolvimento do poeta
com o trágico alheio.
Pinte a área assinalada
e desvende desse criador,
o seu alter-ego omisso.
Peça hoje mesmo
pelo reembolso postal,
o poeta em encaixes.
Calcule em que momento expressivo
o poeta suplantará
o seu lado reprográfico.
Quando sairá honrosamente da vala comum
dos autores ambíguos.

Não percam.
Grande lançamento editorial.
O poeta surgirá.
Cessem os enigmas.
Ele é o construtor de castelos
sobre a várzea movediça
do nosso cotidiano.

Do meu livro:"BORBOLETAS NTURNAS NÃO EXISTEM"
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 19Exibido 43 vezesFale com o autor